daniel moveis
Animação Tiradentes

K

AGENDA CULTURAL DE TIRADENTES E REGIÃO

Mostra de Cinema de Tiradentes chega à sua 23 edição e presta homenagem aos atores Antônio e Camila Pitanga

Maior evento dedicado ao cinema brasileiro contemporâneo em formação, reflexão, exibição e difusão realizado no país. Apresenta, exibe e debate, em edições anuais, o que há de mais inovador e promissor na produção audiovisual brasileira, em pré-estreias nacionais, de longas e curtas – uma trajetória rica e abrangente que ocupa lugar de destaque no centro da história do audiovisual e no circuito de festivais realizados no Brasil.

Trata-se de um programa audiovisual que reúne todas as manifestações da arte numa programação cultural abrangente oferecida gratuitamente ao público que prevê a exibição de mais de 100 filmes brasileiros em pré-estreias nacionais, mais de 40 sessões de cinema, homenagens, oficinas, debates, seminário, mostrinha de cinema, exposições, lançamento de livros, teatro de rua, shows musicais, performance audiovisual, encontros e diálogos audiovisuais e atrações artísticas.

HOMENAGEM | ANTÔNIO E CAMILA PITANGA

Pai e filha, homem e mulher, negro e negra, 80 e 42 anos. Ícones de seus próprios tempos, por motivos e trajetórias distintos, Antônio Pitanga e Camila Pitanga, homenageados da 23ª Mostra de Cinema de Tiradentes, emulam em seus corpos e posturas a brasilidade mais original e singular, o talento e a presença de quem vivencia as contradições do país por dentro. Celebrar os dois juntos é afirmar não só seus caminhos, mas também reconhecer suas diferenças – criativa, simbólica e política.

Antônio Pitanga participou da revolução do Cinema Novo, entre o final dos anos 1950 e meados dos anos 1970, e Camila Pitanga ocupa o imaginário da TV e do cinema nas últimas duas décadas. Em ambos estão a diversidade e a força de duas formas de trabalhar e mapear uma história do audiovisual que os atravessa. Parte disso poderá ser conferido na Mostra Homenagem, com os longas “Na Boca do Mundo” (RJ/ 1978), única incursão do veterano ator no ofício de direção; “Eu Receberia as Piores Notícias dos seus Lindos Lábios” (SP/ 2011), de Beto Brant e Renato Ciasca, no qual Camila está em seu papel mais intenso; e “Pitanga” (RJ/ 2016), documentário de Brant e Camila sobre a vida e carreira de Antônio. Além dos filmes e da presença dos dois homenageados no evento, ambos serão tema de uma mesa de debates, que vai discutir, no dia 25 (sábado), às 12h30, a importância de seus trabalhos.

LONGAS E MÉDIA

Na programação de longas e médias-metragens, serão exibidos 32 títulos em pré-estreia (31 longas e 1 média), divididos em oito seções temáticas (Aurora, Olhos Livres, Homenagem, A Imaginação como Potência, Foco Minas, Praça, Mostrinha e Sessão Debate). Os curadores Francis Vogner dos Reis e Lila Foster assinam a seleção.

Alguns títulos de circulação internacional ou premiados em festivais importantes dentro e fora do Brasil estão na programação, como “Babenco – Alguém tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou” (SP), de Barbara Paz, premiado no Festival de Veneza; “Pacarrete” (CE), de Allan Deberton, premiado no Festival de Gramado; “Sete Anos em Maio” (MG), de Affonso Uchôa, melhor filme na seção Novos Rumos do Festival do Rio; e “Três Verões” (RJ), de Sandra Kogut, pelo qual Regina Casé ganhou prêmio de melhor atriz no Festival do Rio. Nomes veteranos de vasta carreira voltam a Tiradentes com seus novos trabalhos, casos de Lírio Ferreira “Acqua Movie” - (PE); Helvécio Ratton “O Lodo” - (MG) e Geraldo Sarno “Sertânia” - (CE).

Na sessão de encerramento, na noite do dia 1º de fevereiro, a Mostra exibe “A Torre” (MG), segundo longa-metragem do mineiro Sérgio Borges e seu primeiro filme uma década depois do premiado “O Céu sobre os Ombros” (MG/ 2010). No novo trabalho, Enrique Diaz interpreta André, homem que se isola numa floresta para lidar com as perdas de sua vida e acaba sendo desafiado por memórias e culpas que tentou deixar para trás.

 

MOSTRINHA

Mostra cinema de tiradentes

A criançada tem diversão garantida na Mostrinha, em sessões de longas e curtas-metragens voltadas ao público infantojuvenil e com presença da Turma do Pipoca. Também com o objetivo de inserir novos olhares para o cinema brasileiro, a Mostra Jovem reúne curtas-metragens que dialogam com questões e experiências adolescentes.

MOSTRA VALORES

No contexto da programação do evento, será realizada a Mostra Valores que é uma iniciativa da Universo Produção, concebida para dialogar com as comunidades nas cidades de Tiradentes, Ouro Preto e Belo Horizonte, em que o programa Cinema sem Fronteiras está inserido, visando valorizar pessoas, ações, programas e lugares.

Nesta edição, foi eleita como protagonista a Sociedade Corpo de Bombeiros Voluntários de Tiradentes com o propósito de somar esforços, apresentar, enaltecer e sensibilizar o público para ser um colaborador da instituição que depende de doações para seu funcionamento e realiza um trabalho pioneiro e de grande valia para o patrimônio da cidade de Tiradentes e de Minas Gerias e, por isto, merece nosso reconhecimento e aplausos.

A proposta é realizar ações promocionais e dar visibilidade ao trabalho realizado pelo Corpo de Bombeiros Voluntários de Tiradentes, através da realização de uma exposição a ser instalada na Praça Principal da cidade e campanha de sensibilização, visando estimular e incentivar doações para a instituição.

ARTE POR TODA PARTE

Além de exibições de filmes, a Mostra de Tiradentes promove, em parceria com o Sesc em Minas, uma série de atividades artísticas composta por exposições, cortejos, teatro de rua, performances, intervenções e apresentações musicais, que irão transformar Tiradentes numa verdadeira capital multicultural durante os nove dias de realização da Mostra.

Em diálogo com a temática proposta na programação "A imaginação como potência", artistas, grupos e bandas de destaque na cena mineira e nacional fazem apresentações diárias no Sesc Cine-Lounge, espaço de encontro e criação, reflexão e construção, cultura e pulsação.

 

KMais informações:

Na Web: www.universoproducao.com.br
No Twitter: @universoprod
No Facebook: universoproducao / mostratiradentes
No Instagram: @universoproducao
Informações pelo telefone: (31) 3282-2366


 

Museu de Sant'Ana

Acervo, com peças centenárias, reúne imagens da avó de Jesus. Sant'Ana é considerada a protetora dos lares e da família.

 

museu de santana inaugurado em tiradentesSant'Ana - a Mestra, que de acordo com a iconografia católica, é a mãe de Maria e avó do Menino Jesus, ganhou uma casa especial em Minas Gerais. O Instituto Cultural Flávio Gutierrez (ICFG), entregou na sexta-feira à população de Tiradentes, o Museu de Sant'Ana. O espaço dedicado às representações da santa em companhia de Maria, ainda menina, reúne quase 300 esculturas feitas entre os séculos XVII e XIX por artistas brasileiros.

As peças foram colecionadas pela empresária Angela Gutierrez ao longo de 40 anos e doadas no ato da inauguração ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A exemplo dos Museus do Oratório, em Ouro Preto, e de Artes e Ofícios, em Belo Horizonte, o novo museu ficará sob a gestão do ICFG.

De acordo com o diretor-superintendente do ICFG, Paulo de Tarso Barbosa Passos, o projeto do Museu de Sant"Ana é fruto de parceria da Fundação Rodrigo Mello Franco de Andrade, vinculada à Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com o Instituto Cultural Flávio Gutierrez. As obras de restauração do prédio que sedia o museu foram financiadas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), por meio das leis de incentivo.

"Todo o projeto custou R$ 4,9 milhões, indo das obras mais básicas de restauração até a montagem da exposição, incluindo o aspecto museográfico. O museu foi instalado nas dependências da antiga cadeia de Tiradentes. O prédio que foi todo restaurado, mas manteve as características arquitetônica originais, ganhou, além das salas preparadas para receber a coleção, projeto completo de acessibilidade, incluindo elevador e o espaço Largo de Sant"Ana, aberto para convivência e adequado para recepção de eventos.

Durante as obras algumas surpresas aconteceram, como um calabouço que não constava da planta e foi descoberto. O espaço ganhou um projeto especial e iluminação para que passasse a integrar o arranjo museográfico. "Foi uma obra muito delicada, realizada em um prédio tombado com muito cuidado e acompanhamento do Iphan. Buscamos colocar o que existe de mais moderno, que facilitasse a visitação, mas sem agredir a singeleza das peças e da própria edificação", ressalta o diretor-superintendente.

KMais informações:

Localização: Rua Direita, 93 – Entrada pela Rua da Cadeia – Centro – Tiradentes/MG

Informações: (32) 3355-2798. / www.museudesantana.org.br
Horário de funcionamento: quarta a segunda-feira, de 10h às 19h
Preços: R$ 5,00 – inteira / meia entrada – R$2,50


Museu da Liturgia em Tiradentes
Museu da Liturgia em Tiradentes-MG
Interior do museu (foto Agência Minas)

A cidade de Tiradentes, Minas Gerais, inaugurou, dia 14 de abril, em , o Museu da Liturgia. Está instalado em um casarão do século 18 onde funcionava a antiga Casa Paroquial da Igreja de Santo Antônio.

O museu abriga e preserva um rico patrimônio religioso, composto por mais de 420 peças restauradas entre esculturas, pinturas, imagens, pratarias, objetos de madeira, mobiliário e roupas, até então dispersas por capelas de Tiradentes e que já se encontravam em avançado estado de deterioração.

Com recursos de R$ 8,5 milhões, investidos pelo Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) a fundo perdido, o Museu da Liturgia mostra o valor cultural, artístico e religioso dessas peças sacras históricas. O BNDES é o mantenedor do Museu pelos próximos dois anos.

Contatos:
Rua Jogo de Bola 15, Centro, Tiradentes-MG / Telefone: (32) 3355-1552 / E-mail: contato@museudaliturgia.com.br

Ingressos
A bilheteria está aberta de terça a domingo, das 10h às 16h. Os ingressos custam R$ 10,00, com meia entrada para estudantes.

O acesso é gratuito para os seguintes grupos:
- moradores de Tiradentes (mediante apresentação de comprovante de residência).
- grupos escolares da rede pública de Tiradentes e região circunvizinha (com agendamento prévio, de acordo com as orientações do programa educativo do Museu da Liturgia).
- crianças menores de cinco anos.

Funcionamento
Sexta: 13h às 16h30
Sábado: 10h às 16h30
Domingo: 10h às 13h
Feriados: 10h às 16h30


Museu Casa Padre Toledo:

Sobre o Museu Padre Toledo

K O casarão que abriga o Museu Padre Toledo foi recentemente restaurado para integrar o Campus Cultural da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) na cidade, o primeiro do gênero no Brasil.

O museu fica na casa setecentista do padre Carlos Correia de Toledo e Melo, que abrigou o primeiro encontro dos inconfidentes mineiros, em 1788. Trata-se de uma raridade em arquitetura civil, uma das poucas residências remanescentes do século 18 no país.

Foram cinco anos entre o projeto do restauro e a finalização, dois anos de obras e R$ 2 milhões investidos com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e da UFMG, por meio da Fundação Rodrigo Mello Franco de Andrade.

Segundo o superintendente cultural da Fundação e professor da UFMG, Rodrigo Minelli, o objetivo é transformar o local em um polo de produção de conhecimento para reconstruir a história de vida de Toledo.

A restauração buscou reparar os danos causados pelo tempo e pelas utilidades que a casa teve depois que foi tomada pela Coroa Portuguesa. No lugar, já funcionaram a prefeitura, um teatro, cinema e seminário. O museu foi fundado no início da década de 1970 e conta, hoje, com um acervo heterogêneo de mais de 300 peças, de diversos períodos.

KMais informações:
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO MUSEU CASA PADRE TOLEDO:
TERÇA A SEXTA: 10h às 17h / SÁBADO: 10h às 16h30min / Domingo: 9h às 15h
(A bilheteria encerra o funcionamento meia hora antes do fechamento do museu)
VALORES DOS INGRESSOS:
R$10,00 inteira / R$5,00 meia*
Entrada gratuita para moradores de Tiradentes, Santa Cruz de Minas e São João del-Rei (com comprovante de residência), guias de turismo com identificação e crianças, de até 10 anos de idade, acompanhados dos pais.
* Válido para estudantes, professores, pessoas com deficiência e pessoas com idade igual ou superior a 60 anos de idade, com identificação.
AGENDAMENTO DE VISITAS ORIENTADAS
Fone: (32) 3355-1549
E-mail: educativomcpt@gmail.com
Site: http://educativocasapadretoledo.blogspot.com.br/
Facebook: www.facebook.com/EducativoMCPT
Instagram: @museupadretoledo
Aplicativo: app.vc/mcpt


Roteiro Narrado  
K
Uma das boas atrações para se conferir em Tiradentes é o espetáculo Roteiro Narrado, que acontece na Igreja Matriz de Santo Antônio.

Importante exemplar do barroco mineiro e tombado pelo Iphan, a Matriz reabriu para fiéis e visitantes no primeiro semestre de 2002. Estruturas e instalações foram modernizadas e componentes restaurados.

Datada do século 18 e edificada em homenagem a Santo Antônio, a igreja ganhou sistema luminotécnico que traz à luz cenas e imagens antes imperceptíveis .

O Roteiro Narrado conta a história da edificação desta que é a segunda igreja mais rica do Brasil, em quantidade de ouro. Narrado pelo ator Paulo Goulart, O espetáculo recebeu também o reforço de efeitos especiais de som e luz para explicar a história da matriz.

O significado dos elementos barrocos presentes na edificação, cuja fachada atual foi projetada por Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho - provavelmente o mais importante escultor brasileiro de todos os tempos - também é parte do roteiro histórico.

Horários do espetáculo:
Sexta-feira: 19:30h
Sábados: 20:30h
Domingos: 20:00h
Obs.: em dia de casamento na igreja o espetáculo não acontece.
Informações e apresentações especiais: (32) 3355-1238


Dica de passeio:

Museu da Moto de Tiradentes
K
Uma boa dica de passeio para quem vem a Tiradentes é o Museu da Moto, que proporciona uma incrível viagem, que começa em 1790 até os dias atuais. Apresentamos o primeiro veículo de duas rodas, o Celerífero, a interessante Draisiana, que completou seu bicentenário agora em junho/17 e a elegante Penny-farthing, de 1880. Chegamos então aos veículos de duas rodas com motor, portanto, as motocicleta.
Os visitantes podem continuar sua viagem pelas salas do Museu, apreciando a exposição de alguns modelos especiais, como por exemplo a FN Belga, de 1909, uma jovem senhora; a Salsbury, que além de rara é muito exótica ou então um exemplar assinado pelo designer francês, Philipe Starck e muitas e muitas curiosidades.



KLocalização:
Av. Gov. Israel Pinheiro, 35, Tiradentes - MG, Telefone : (31) 99798-1977

 

Museu do Automóvel
K
Outra boa dica de passeio é o Museu do Automóvel, localizado na estrada que liga a cidade histórica ao Vilarejo de Vitoriano Veloso, mais conhecido como Bichinho.
O museu oferece mais de 30 modelos em perfeito estado de conservação, desde as pinturas originais, acessórios de época, cores exuberantes, até bancos e painéis impecáveis. Confira!

Localização:
Sítio Pau D'Angu, Estrada Real Tiradentes, Bichinho, MG. Caixa Postal 50, CEP 36.325-000. Tel. 32 3799-8033.

 

 

 

 

 


K EXPOSIÇÕES

 

EXPOSIÇÕES  PERMANENTES EM  SÃO JOÃO DEL REI:

Memorial Cardeal Dom Lucas Moreira Neves, rua Getúlio Vargas, 52. De terça a sexta-feira, de 13 às 17h; sábados, domingos e feriados, de 9 às 13h, exposição permanente do acervo deixado pelo religioso, biblioteca, comendas, diplomas, medalhas, etc. Memorial Tancredo Neves, rua Padre José Maria Xavier, Centro, exposição permanente "Tancredo Neves - O homem e sua terra". Visitação, sexta-feira, de 8h às18h, sábados e domingos, de 9 às 19h.

 

KFonte: www. tiradentes.net


© 2006-2008 Tiradentes.Net - Todos os direitos reservados
Tiradentes Web: produção, hospedagem e divulgação de sites